Jovem e Missão! Perfeita combinação

missºao adgentes

As Jornadas Nacionais da Pastoral Juvenil e as Jornadas Missionárias este ano foram realizadas em conjuntoJ. Para mim foi uma experiência muito enriquecedora e complementarJ e acredito que para muitos que lá estavam, em Fátima, ao pé de Nossa SenhoraJ

Iniciamos na sexta-feira a noite com a presença da Dra. Teresa Messias que introduziu-nos à realidade da maioria dos jovens em Portugal.

O sábado foi intenso e cheio de partilha de vida.O Pe Rui Alberto, salesiano falou-nos de maneira descontraída e sincera das realidades que vivem muitos jovens portugueses hoje e lançou-nos desafios e métodos para ajudar a chegar mais perto deles.

Leigos e leigas partilharam a sua experiência de voluntariado e missão em outras terras, entre elas também em alguns países de África e Américas. O que marcou-me mais ao escutar os testemunhos foi a Pastoral do “Sentadinho”; expressão usada para falar de como tiveram de iniciar a sua Missão num determinado lugar no Brasil. Ou seja, foram com muitos planos e atividades para fazer e ensinar, mas o sacerdote que lá estava disse-lhes para pegar na bicicleta e começar, antes de tudo, a visitar as pessoas: sentar e escutar, ver…assim surge a tal Pastoral do “Sentadinho”J Espetacular!

ecos da JMJTambém participamos de workshops com as diversas temáticas:

Juventude e Cultura; Missão e Economia; Juventude e Família; Bioética; Ecos da JMJ no rio e a Vida da Beata Chiara Luce.

Estive no workshop da Juventude e Cultura com a presença cheia de alegria e entusiasmo de  João Carvalho, grande e estimado ator português que falou e fez-nos sentir a importância de saber apreciar e amar a nossa própria cultura; eu como brasileira gostei imenso de ouvir sobre a riqueza da cultura portuguesa e de confirmar a beleza da universalidade que Portugal tem; a simplicidade de um povo que sabe acolher e amar, apesar das dificuldadesJ. Frase marcante: A Arte vem de DeusJworkshop - JOão Carvalho

Logo mais a noitinha ouvimos as palavras do Pe José Frazão, que falou-nos do tema: Os jovens como “lugar” de Missão. Desafiou-nos a saber conhecer o coração do jovem para poder anunciar a Boa Nova de Jesus Cristo, assim como fez Matteo Ricci (missionário em Ásia).

Para encerrar o dia, fomos presenteados pela beleza das canções, simpatia, vozes e guitarras de João Afonso e Rogério Pires.

Logo na manhã de domingo estivemos a rezar ao pé de Nossa Senhora e a celebrar na Eucaristia a nossa alegria de sermos cristãos e missionári@s de Jesus!

A tarde tivemos uma mesa redonda com a partilha simples e desafiadora de Eugénio Fonseca e Bernadino Silva. Eugénio desafiou principalmente aos jovens de aproximarem-se das redes caritativas das suas paróquias e a darem a sua colaboração jovem, criativa e cheia de amor.

Bernadino alertou-nos das diversas realidades de pobreza existentes no mundo e deixou-nos o “bichinho” da vontade de conhecer mais o que se passa aos irmãos que vivem a nossa volta e pelo mundo afora, para poder amar mais!

Terminava com esta frase de Carl Young: “Quem olha para fora, sonha; quem olha para dentro, desperta”

                                                                                                                                                                                                 Ir. Suelyn Smiguel
                                                                                                                                                                                                Missionária Comboniana
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s