Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos: “será que Cristo está dividido?” (1Cor 1, 13)

2014-01-18 Rádio Vaticana

Está em pleno andamento, desde Sábado (18), a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos que, este ano, apresenta como tema o apelo veemente do Apóstolo Paulo por uma sólida unidade: “Será que Cristo está dividido”? O tema é extraído da Carta de São Paulo aos Coríntios (1Cor 1,13).
Diante desta pergunta, pensa-se imediatamente na trágica situação da cristandade dividida, porque a ruptura da Igreja, ainda existente, deve ser entendida como divisão do que por natureza é indivisível, ou seja, a unidade do Corpo de Cristo. Foi precisamente este doloroso problema que animou os padres conciliares a lançarem o documento sobre o ecumenismo,Unitatis redintegratio que, este ano, celebra o seu cinquentenário de publicação.
Momento central, neste ano, é, sobretudo, a comemoração do histórico encontro entre o patriarca ecuménico de Constantinopla, Atenágoras e Paulo VI, que teve lugar em Jerusalém, há cinquenta anos, precisamente de 5 a 6 de Janeiro de 1964. A então anunciada vontade mútua de restabelecer a unidade entre as duas Igrejas, selada com o ósculo fraterno entre os dois líderes religiosos, em nome dos dois irmãos André e Pedro, continua a ser o ícone da disponibilidade ecuménica de reconciliação.
Promovida mundialmente pelo Pontifício Conselho para a Unidade dos Cristãos e pelo Conselho Mundial das Igrejas, a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos realiza-se em períodos diferentes nos dois hemisférios.
No hemisfério norte, o período tradicional para a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos vai de 18 a 25 de Janeiro. Esta data foi proposta, em 1908, por Paul Watson, por causa da celebração da festa de São Pedro e São Paulo e, portanto, tinha um significado simbólico.
No hemisfério Sul, por sua vez, as Igrejas geralmente celebram a Semana de Oração no período entre a Ascensão do Senhor e a Solenidades de Pentecostes, que este ano ocorre de 1 a 8 de Junho. Este período foi sugerido pelo movimento Fé e Ordem, em 1926, por ser também um momento simbólico para a unidade da Igreja. A busca da unidade torna-se um gesto concreto, todos os anos, com a celebração da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos.
O subsídio para 2014 foi preparado por um grupo de representantes das diversas Igrejas presentes no Canadá, que tiveram um encontro a convite do Centro Canadiano para o Ecumenismo e o Centro das Pradarias para o Ecumenismo. O seu trabalho foi posteriormente revisto na sua redacção final pela Comissão Internacional nomeada pela Comissão Fé e Constituição do Conselho ecuménico das Igrejas e pelo Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos. O texto assim elaborado foi dedicado à memória de dois grandes recentemente desaparecidos, o teólogo Ralph Del Colle (1954-2012) e a Professora Margaret O’Gara (1947-2012 ). Fazem parte do material difundido alguns hinos e cânticos, especialmente preparados por escritores e compositores canadianos para a Semana de Oração. O repertório inclui versos intensos como estes: “Todas as raças, línguas e culturas santificadas pelo Espírito se transformam em uma única voz no testemunho de Jesus Crucificado. Unidos pelo Espírito: uma luz para a humanidade. O sacrifício de Jesus é suficiente para esta época e para sempre”.

Anúncios