II ENCONTRO MIGRANTES GIP EUROPA Verona, Casa Mãe, 1 a 4 de Junho de 2013

??????????

O segundo encontro sobre Migrantes, organizado pelo GIP Europa, teve início no dia 1 à noite na nossa Casa Mãe e terminou no dia 4 do mêsde Junho. Participaram 23 irmãs das circunscrições Europa, Itália Brescia, Itália Verona e Casa Generalícia. Participaram também: pelos Combonianos o Pe. Giorgio Poletti e pelos Leigos Missionários Combonianos o Sr. Alberto Biondo e a sua família.

A Ir.Marina Cassarino, conselheira geral encarregada do GIP Europa, na sua saudação, recordou o primeiro encontro sobre Migrantes, a nível Europa, que decorreu em Granada em 2010. “ Um encontro – disse a ir. Marina – “que nos levou a fazer  um salto de qualidade sobre o modo de compreender a nossa missão na Europa e do qual, nasceu a moção que como GIP Europa que apresentámos ao Capítulo Geral desse mesmo ano, 2010. Este encontro que agora tem início é um encontro que seguramente, à luz da nossa experiência sempre mais apaixonada e profissional neste campo, e do momento particularmente significativo que estamos a viver como Congregação: a reflexão sobre a ministerialidade, que confirmou o compromisso no campo dos migrantes como uma das prioridades da missão comboniana na Europa, nos dará a possibilidade de fazer um salto de qualidade ainda maior para um compromisso sempre mais incisivo” Convidounos depois a escutar a palavra da ir. Luzia Premoli, superiora geral, que quis estar presente ente nós, na abertura deste  IIº encontro sobre  Migrantes, saudando-nos através de uma vídeo gravação.

O primeiro dia foi dedicado ao “VER”, escutando todas as experiências em ato na Europa no campo dos migrantes. Uma a uma, as irmãs se foram enriquecendo mutuamente, a maior parte das vezes com a ajuda de pps, vídeo clips, e fotografias para fazer emergir quanto se faz em cada país da Europa onde estamos presentes: Alemanha, Itália Portugal, Espanha e Reino Unido. Foi com grande satisfação que se viu a riqueza das múltiplas atividades que se fazem nos diferentes países no campo dos migrantes e do tráfico de pessoas.

O segundo dia decorreu sobre o lema” Julgar”, com a ajuda de um especialista no setor, o Sr. Carlo Melegari, que aprofundou connosco o tema: “ As migrações hoje na Europa: cenários, desafios, possibilidades e perspetivas no campo social e religioso”. Carlo Melagari, é fundador, com outros colegas, do “Centro de Estudos Migrações”CESTIM, com sede em Verona. O relator, em diálogo com a assembleia, apresentou-nos a situação das migrações na Europa hoje: as causas do fenómeno migratório, as desigualdades existentes, os fatores de atração dos migrantes para o norte do mundo; as leis e os fatores económicos que condicionam o fenómeno migratório; a informação, formação a educação à legalidade, o acolhimento dos migrantes, a integração entre cidadãos diferentes; lobbing e campanhas publicitárias; o fenómeno do tráfico de seres humanos, a procura dos clientes e, tantos outros aspetos. A cidadania global é um sonho, aquele sonho onde todos poderão ter a mesma dignidade, aquela de seres humanos. O problema dos migrantes será resolvido quando se realizará o sonho da livre circulação de pessoas. Esta é a meta a alcançar.

Na manhã do terceiro dia, dedicada ao AGIR, através de trabalhos de grupo, foram postas na mesa, reflexões e propostas que o Secretariado Ad Gentes Europeu, recentemente constituído, deverá ajudar a concretizar. Algumas propostas emersas:

1.     Trabalhar sempre mais em rede – proposta de inter agir ente nós combonianas, utilizando os meios técnicos à nossa disposição hoje (skyp, reuniões em vídeo conferência, mail e outros).

2.     Conhecimento, informação e sensibilização –  somos sempre mais conscientes que existem alguns meios de comunicação que manipulam a informação ao serviço do sistema. Se deve, por isso, prestar mais atenção na escolha das fontes de informação para fazer crescer em nós, uma consciência lúcida sobre a realidade.

3.  Europa e Missão – É necessário estar atentas àquilo que o Senhor nos diz através das situações que estamos a viver hoje na Europa. Fazer discernimento, ser propositivas, sem prejudicar aquilo que é o nosso carisma fundacional. Ler as situações que vivemos, leva-nos inevitavelmente a viver a missão naquelas situações concretas.

cats

Este segundo encontro sobre Migrantes concluiu-se com uma visita à sede da Pia União das Colaboradoras de D. Mazza e seguidamente à Catedral, onde se encontra um busto de Daniel Comboni, mandado fazer por Monsenhor Canossa.

A ir. Liliana Sommacampgna introduziu-nos à razão daquele busto recordando-nos as relações havidas entre as duas grandes figuras: Canossa e Comboni.

Certamente um outro passo de qualidade se juntou aos anteriores no seguimento do carisma de S. Daniel Comboni, atento em envolver-se nas situações dos mais pobres e abandonados. Hoje, estes são os migrantes e as vitimas do tráfico humano.

Confiamos a Maria Consoladora, Mãe da humanidade, o trabalho realizado nestes dias.

Verona, 4 de Junho de 2013

Anúncios